LINKS QUEBRADOS ANTIGOS NÃO SERÃO ARRUMADOS!

________________________________________________________
domingo, 6 de janeiro de 2019

(BD) AS CRÔNICAS DE EXCALIBUR - LIVRO 02: CERNUNNOS.

AS CRÔNICAS DE EXCALIBUR - LIVRO 02: CERNUNNOS.
A lendária e mítica Excalibur, a espada mais famosa de todos os tempos 
é dada à Merlin, antes que ela chegue até o Rei Arthur ela é oferecida a seu pai 
Uther Pendragon para servi-lo na reunificação da bretanha, local de personagens e locais 
lendários e fantásticos, Merlin, Viviane, Uther, Morgana, Mordred, Avalon, Camelot...
Excalibur começa sua longa história antes de ser presa em uma pedra para aguardar por 
um rei. Um conto mágico e violento, magistralmente orquestrado pelo 
roteirista Jean-luc Istin com a bela Arte de Alain Brion.
Tradução & Letras Yugifan - Finalização: Elicarpo.

LINK#02           Facebook

Essa é uma tradução independente sem fins lucrativos feita por fãs. 
Todos os direitos são reservados à editora e às suas respectivas propriedades intelectuais. 
Essa cópia deve ser destruída após 24 horas caso o leitor não tenha direito de uso cedido 
pela editora original.

5 comentários:

Rafael da Silveira disse...

Obrigado por mais uma ótima tradução! Gosto muito das histórias da Távola, e essa BD é um ótimo exemplo disso.Também espero muito ver a continuação da linha "Sabedoria dos Mitos", ainda mais a história do Hércules e da batalha de Tróia. Abraços Yugifan e Elicarpo. Tenham um prospero ano novo!!!!!!

Yugifan disse...

Olá Rafael, Feliz 2019. A série "A Sabedoria dos Mitos" terá continuidade em breve, fiz primeiro o "Teseu" por ser 0ne-shot, ocorre que são vários títulos nesta categoria, porém, fazer só os que gostei deixaria a coisa confusa e optei por reiniciar na cronologia correta, a próxima edição será: O Nascimento dos Deuses, aguarde.

lucas tuber disse...

Muito obrigado por me apresentarem há esse mundo das BD Elicarpo e Yugifan

Yugifan disse...

Seja bem-vindo!

Unknown disse...

Vai ter continuação das crônicas de excalibur????

Postar um comentário

Não trabalham para ingratos:

Marcadores